“... o modo pelo qual o discurso de San Tiago Dantas, tão na frente do seu momento, já que portava uma nova articulação categorial brasileira para além, dava ao ator mais do que uma nova voz. A nova impostação era inquietantemente profética. Antecipava o exercício de uma racionalidade que era pré-tecnocrática e que assumia, pela primeira vez, o direito de chegar ao poder por uma magistratura da convicção.”

Fonte:
San Tiago Dantas – Um Seminário na Universidade de Brasília
Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1985
Página  10